Seguidores

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Que força tem o amor de quem sabe se dar e transforma tudo em fonte de beleza



Em Peri, o sentimento era um culto, espécie de idolatria fanática, na qual não entrava um só pensamento de egoísmo; amava Cecília não para sentir um prazer ou ter uma satisfação, mas para dedicar-se inteiramente a ela, para cumprir o menor de seus desejos, para evitar que a moça tivesse um pensamento que não fosse imediatamente uma realidade.

Ao contrário dos outros ele não estava ali, nem por ciúme inquieto, nem por uma esperança risonha, arrostava a morte unicamente para ver se Cecília estava contente, feliz e alegre, se não desejava alguma coisa que ele adivinharia no seu rosto, e iria buscar nessa mesma noite, nesse mesmo instante.

O Guarani - trecho.



Pode o dia escurecer
E até o mundo se acabar
Eu invento a luz
Faço a vida nascer
De outro lugar
Quem ama de verdade
Tem o dom da criação
E pode até voar
Pelo infinito da paixão ♫




Para hoje :
O passado e o futuro nunca se encontram. O que ficou para trás não volta mais. É por isso que o homem de sabedoria vive cada dia como se fosse o último, ele sabe que o que ele diz e o que ele faz é definitivo como a morte. Nunca mais ele pode voltar para corrigir. Tudo o que se faz de ruim hoje poderá amanhã ser compensado com um coisa boa, mas será sempre compensação. Aquilo que você fez de errado não se apaga- fica gravado no tempo.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Luz e Mistério


É difícil começar. Eu nunca confessei, mas é. Sem medo. O medo e a indecisão são fantasmas que é preciso espantar antes do primeiro passo. Ainda não chegamos. Eu estava esperando, vocês vinham pra cá pensando em mim, talvez... Mas ainda não chegamos, ainda não estamos realmente face a face, embora a luz comece a se elevar timidamente.
Estamos esquentando. Um sorriso, por que não ? Talvez a música ajude.
Eu não te prometo nada, muito menos não te fazer sofrer. Eu vou te entreter. Por algum tempo eu vou te seduzir, te amar e por fim te deixar. Você sabe disso, eu também.
Mas daqui a pouco você vai esquecer e eu também.
Faz parte do jogo.
Faz parte da vida.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Quando me perguntam de você, fico sem palavras, não sei o que dizer.


Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu.

para MC

Abre aspas

CAPITALISMO IDEAL:
Você tem duas vacas. Vende uma e compra um touro. Eles se multiplicam, e a economia cresce. Você vende o rebanho e aposenta-se, rico!
CAPITALISMO AMERICANO:
Você tem duas vacas. Vende uma e força a outra a produzir leite de quatro vacas. Fica surpreso quando ela morre.
CAPITALISMO FRANCÊS
Você tem duas vacas. Entra em greve porque quer três.
CAPITALISMO CANADENSE:
Você tem duas vacas. Usa o modelo do capitalismo americano. As vacas morrem. Você acusa o protecionismo brasileiro e adota medidas protecionistas para ter as três vacas do capitalismo francês.
CAPITALISMO JAPONÊS
Você tem duas vacas. Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produzam 20 vezes mais leite. Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e os vende para o mundo inteiro.
CAPITALISMO BRITÂNICO:
Você tem duas vacas. As duas são loucas.
CAPITALISMO HOLANDÊS:
Você tem duas vacas. Elas vivem juntas, não gostam de touros e tudo bem.
CAPITALISMO ALEMÃO
Você tem duas vacas. Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de quantidade e horário previamente estabelecidos, de forma precisa e lucrativa. Mas o que você queria mesmo era criar porcos.
CAPITALISMO RUSSO
Você tem duas vacas. Conta-as e vê que tem cinco. Conta de novo e vê que tem 42. Conta de novo e vê que tem 12 vacas. Você pára de contar e abre outra garrafa de vodca.
CAPITALISMO SUÍÇO
Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua. Você cobra para guardar a vaca dos outros.
CAPITALISMO ESPANHOL
Você tem muito orgulho de ter duas vacas.
CAPITALISMO PORTUGUÊS
Você tem duas vacas. E reclama porque seu rebanho não cresce.
CAPITALISMO CHINÊS
Você tem duas vacas e 300 pessoas tirando leite delas. Você se gaba de ter pleno emprego e alta produtividade. E prende o ativista que divulgou os números.
CAPITALISMO HINDU
Você tem duas vacas. Ai de quem tocar nelas.
CAPITALISMO BRASILEIRO
Você tem duas vacas. Uma delas é roubada. O governo cria a CCPV - Contribuição Compulsória pela Posse de Vaca. Um fiscal vem e te autua, porque embora você tenha recolhido corretamente a CCPV, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais. A Receita Federal, por meio de dados, também presumidos, do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro, botões, presumia que você tivesse 200 vacas e para se livrar da encrenca, você dá a vaca restante para o fiscal deixar por isso mesmo.





fecha aspas.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

De Sol a Sol.







G
osto de pessoas que não perguntam porque estou calada. Gosto de pessoas que entendem meu silêncio e apenas continuam ali.


Meu santuário, minha eternidade.